SOBRE O SITE

FORMAÇÃO

DISCIPLINAS
Filosofia
Psicologia
Área de Projecto
Área de Integração

AVALIAÇÃO

FICHAS



SLIDESHOW

LIVROS DIGITAIS

OUTRAS ACTIVIDADES
Direcção de Turma
Desporto Escolar
Atelier de Fotografia

LINKS





Porquê estudar filosofia?

1. Prazer

Outra justificação ainda para o estdo da filosofia é o facto de, para muitas pessoas, esta ser uma actividade que dá imenso prazer. Mas é preciso dizer qualquer coisa acerca desta defesa da filosofia. O seu perigo é se tomada como uma redução da actividade filosófica a qualquer coisa equivalente à resolução de palavras cruzadas. Por vezes, a atitude que os filósofos têm em relação à filosofia pode parecerse muito com isso: alguns filósofos profissionais ficam obcecados com a resolução de enigmas lógicos obscuros como um fim em si, publicando os seus resultados em revistas esotéricas.

 

 

No outro extremo, alguns filósofos que trabalham nas universidades encaram-se a si próprios como parte de um «negócio», publicando o que muitas vezes são estudos medíocres unicamente porque isso os fará prosperar e ser promovidos (uma vez que a quantidade de publicações é um factor que determina a promoção). Dá-lhes prazer ver o seu nome impresso, ganhar mais e usufruir do prestígio associado à promoção. Felizmente, contudo, muita da filosofia eleva-se acima deste nível.
Nigel Warburton - Elementos Básicos de Filosofia, ed. gradiva, Lisboa, 2.ª edição